Licitação

Em Manutenção !

Área de Atuação

          Atualmente atendemos os estados que estão em destaque no mapa, os demais estados estão abertos para futuras representações.

 

Estrogonofe de Carne Seca

 

Ingredientes

  • 1 kg de carne seca dessalgada e desfiada
  • 1 cebola grande
  • 3 tomates sem pele
  • 3 dentes de alho
  • 200g de champignon fatiado
  • 1 pimenta calabresa
  • 3 colheres de sopa de extrato de tomate
  • Sal, salsa e cebolinha a gosto
  • 300ml de creme de leite fresco

Modo de preparo

Para dessalgar a carne deixe-a de molho na água fria por 48 horas, trocando a água a cada 12 horas. Em seguida, cozinhe a carne numa panela de pressão por cerca de 40 minutos, até atingir o ponto ideal para desfiar. Reserve a carne. Frite o alho e em seguida refogue a cebola e o tomate acrescentando a pimenta calabresa cortada em pedaços pequenos. Adicione a carne desfiada e o extrato de tomate, mexa até encorporar e deixe refogar por 5 minutos. Em seguida, acrescente o champignon fatiado e metade da salsa e cebolinha. Deixe refogar por 10 minutos e em seguida finalize com o creme de leite fresco e o restante da salsa e cebolinha.

Seja Bem Vindo !

A salga e a desidratação, seguida ou não da defumação, foram e ainda são as formas mais primitivas de conservação da carne e decorrem da necessidade de preservar o excedente do produto obtido da caça, dessecando-o ao vento ou próximo a fogueiras.

É um processo, que além de inibir o crescimento de bactérias, preserva o produto de ações prejudiciais induzidas pelo excesso de umidade; reduz custos de embalagem armazenagem e transporte (já que não necessita ser mantido sob refrigeração); proporciona conveniência e ganho de tempo ao consumidor; etc.

A salga e a desidratação não são as únicas formas de conservação da carne, existem outras formas de conservação de produtos cárneos, a conservação química é um exemplo disso que usa como aditivos o nitrato e o nitrito na chamada cura seca.

 

Paçoca de Carne Seca

 

Ingredientes

  • 1kg de carne seca
  • 1 maço de cheiro verde amarrado para cozinhar a carne
  • 1 cebola roxa picada
  • 1 xícara (chá) cheiro verde picado para refogar
  • 1 pimenta vermelha fresca (dedo de moça)
  • 1 xícara (chá) de óleo de milho
  • Aproximadamente 150g de farinha de mandioca crua - até dar o ponto

Utensílios

  • 1 pilão de pau grande
  • 1 mão de pilão pesada e arredondada nas pontas (socador)
  • 1 panela de ferro
  • 1 frigideira

Modo de preparo

Deixe a carne de molho no dia anterior. Retire da água e corte em cubos não muito grandes.

Cozinhe a carne com o maço de cheiro verde durante 20 minutos. A parte, pique a cebola, o cheiro verde e a pimenta vermelha sem as sementes. Coloque numa frigideira com uma colher (sopa) de óleo e refogue. Reserve.

Escorra bem a carne e frite numa panela de ferro com óleo. Quando estiver bem frita jogue os temperos refogados e mexa. Desligue o fogo. Jogue um punhado de farinha de mandioca no pilão, alguns pedaços de carne seca mistura aos temperos, mais um punhado de farinha e vá pilando (socando) com energia.

A medida que a carne desfia e se mistura a farinha, coloque mais carne e mais farinha. prove a consistência da paçoca para que não fique muito molhada nem muito seca. O ponto ideal é quando está úmida e bem desfiada.

Acompanhamento: Arroz, feijão ou verdura cozida.